A menina que roubava livros (markus zusak)



Durante minhas ferias de janeiro recebi a visita da minha prima que mora em Paraná, ela trouxe alguns presentes e entre eles estava este livros que eu havia comentado no twitter que eu estava louca para ler, então posso dizer que passei o restante do mês em torno do livro. Levava o coitado para todos os lados pois não queria perder nenhum oportunidade de abrir suas paginas e me deliciar com a história de Liesel. A história me vicio de uma maneira que eu perdi o sono nas noites quentes de janeiro, isto se deve a namoradora "morte" que insistia em apresentar brevemente o que iria acontecer.




O livro foi publicado pela editora intrínseca, contendo 480 paginas muito bem escritas por Markus Zusak, dividido em capítulos que contam a história de Liesel Meminger e curiosamente é narrado pela morte, o que me chamou muito a atenção, pois na capa do livro diz uma frase 'quando a morte conta um história, você deve parar para ler'. Afinal não é sempre que a morte conta um história né?




A história se passe entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em "A Menina que Roubava Livros", livro há mais de um ano na lista dos mais vendidos do "The New York Times". Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade desenxabida próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, "O Manual do Coveiro". Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro de vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes.E foram estes livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto a sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar. Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal. Mas só quem está ao seu lado sempre e testemunha a dor e a poesia da época em que Liesel Meminger teve sua vida salva diariamente pelas palavras, é a nossa narradora. Um dia todos irão conhecê-la. Mas ter a sua história contada por ela é para poucos. Tem que valer a pena.




Eai leitores, alguem já leu este livro?
O que acharam? Beijos <3


29 comentários:

  1. Eu sempre fui curiosa pra ler esse livro, mas ia adiando, adiando e nunca li. Quem sabe agora com esse empurrãozinho eu leio, né? hehe

    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  2. Acredita que eu não li ainda?! É um super clássico né, mas ainda não tive chance, e a cada resenha me dá mais vontade hahaha

    Beijos
    http://heyealaysa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li ele, talvez eu leia algum dia, parece ser muito interessante.

    ResponderExcluir
  4. Eu li, a História é fantástica >.<

    ResponderExcluir
  5. Oii, Aline!

    Quero muito ler, esse livro e aquele do menino de pijama listrado, sabe?

    São dois livros que desejo muito!

    Beeeeijinhos <3
    Blog EU AMO VERÃO | Canal no Youtube | FACEBOOK

    ResponderExcluir
  6. AMO! Tenho esse livro e sou apaixonada, é demais né? E muito emocionante também. Beijos!

    http://palaciodeideias.blogspot.com.br

    Estou seguindo!

    ResponderExcluir
  7. Eu sou apaixonada por esse livro, é minha vida, eu amei tanto quando li, eu ganhei de presente e foi o melhor presente da minha vida haha
    Não sei se tem alguém que não gosta dessa historia porque é pfta!
    beijao
    http://sempizza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Tenho muita vontade de ler esse livro! Vejo muita gente elogiando-o.

    Beijo.
    www.estounanoia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Tenho um amigo que é louco por esse livro! Ainda não tive a chance de ler, mas agora fiquei com mais vontade :D

    Passando para desejar um ótimo dia!
    Liz<3
    The Red Lil' Shoes Blog
    http://theredlilshoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Não sou muito fã de ler mas abro algumas excessões de vez em quando, sempre me interessei muito por ler esse livro.. gostei do enredo da história, quem sabe quando tiver um tempinho né?

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Pois é Thayse, sempre é bom um empurrãozinho!

    ResponderExcluir
  12. Muitas pessoas ainda não lerão Laysa, mas quando tiver a oportunidade leia, é super fantástica a história <3

    ResponderExcluir
  13. Karen, os dois são ótimos e se passam no mesmo momento da história, segunda guerra mundial! Beijos <3

    ResponderExcluir
  14. É sim Palácios de ideias, é contagiante *-*

    ResponderExcluir
  15. É dificil achar alguem que não goste da história Larissa! <3

    ResponderExcluir
  16. Ótimo dia para você também Liz <3

    ResponderExcluir
  17. É Cinthya, o problema é ter um tempinho para ler <3

    ResponderExcluir
  18. Eu já li esse livro, é demais!! Quero até ler de novo, só falta coragem rs

    Adolecentro

    ResponderExcluir
  19. Guria, eu sou louca pra ler esse livro!!
    Adoro a frase da capa, sobre a morte contar a história, me chamou muuito atenção!!

    Beijos!
    blogdaruiva

    ResponderExcluir
  20. A frase é o que mais atrae os leitores, Francieli *-*

    ResponderExcluir
  21. Oi Aline!! Li esse livro faz bastante tempo e gostei bastante! Acho que ele foi meio que um start pro vicio de comprar livros! quando li peguei emprestado de uma amiga e quando devolvi ficou aquela vontade de reler aí comecei a compra-los!

    Obrigada pela visita!!

    http://diasinspiradores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. É legal quando algo nós da um empurrãozinho para alguma coisa boa, Fabíola <3

    ResponderExcluir
  23. AMO esse livro! Foi um dos primeiros que li e me apaixonei desde então. É uma história cativante com personagens cativantes. Muito bom <3
    Beijão, Unsaid Things

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo flor, quando terminamos de ler bate uma saudade dos personagens.

      Excluir
  24. Estou ouvindo falar desse livro a um tempo,tá me dando vontade de ler mesmo,parece ser uma delícia de história.
    http://sonhosdeegelo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história e maravilhosa mesmo querida, se ler me conta o que achou, beijos.

      Excluir